terça-feira, 29 de setembro de 2015

Hateful Warfare: Scenarios of Execution




Death Thrash Metal

Novamente o Brasil aparece trazendo uma banda de Death Thrash Metal e dessa vez o nome é Hateful Warfare.

A banda tem apenas um lançamento que é o “Scenarios of Execution” que saiu de forma independente. O trabalho conta com 7 faixas e o puro som do Death Thrash.

A primeira música é intitulada “Ready for Disaster” que é uma introdução que deixa uma atmosfera no álbum e logo no fim da intro a banda colocou um pouco do instrumental que deixa uma curiosidade do que existe nas outras músicas.

Welcome to my Nightmare já começa e trazendo um som totalmente clássico do Death Metal antigo, mas a banda consegue colocar energia nas guitarras fazendo o lado Thrash Metal aparecer e o vocal consegue seguir a junção perfeita de ambos os gêneros.

O trabalho da banda é um EP, e ela consegue deixar ainda mais viva o lado Death Thrash, o vocal aparece sem colocar tanto peso, mas consegue colocar seu gutural de forma compatível com o instrumental e logo de cara na música Welcome to my Nightmare a banda já coloca um solo que consegue deixar com mais energia ainda.

Infernal War traz um lado mais Thrash da banda, um lado que trabalha com uma bateria mais seca, um vocal mais aberto e uma guitarra trabalhando sempre com um lado mais puxado pra energia que para o peso.

Hateful Warfare consegue deixar o som do Baixo bem vivo na música e isso é muito importante, poucas são as Demos que conseguem trazer o som de todos os instrumentos de forma impactante e compatível, e a  Hateful consegue deixar o som da guitarra bem nítido, o som do baixo bem nítido e o som da bateria e vocal também bem nítido e isso deixa o primeiro trabalho da banda ainda mais com pontos positivos.

Slaves of Christ é a faixa de número 4 da Demo e ela apresenta logo de cara um pedal duplo mais trabalhado, um pedal que consegue deixar uma atmosfera ainda mais interessante para a música e diferente das anteriores, essa música tem uma um lado que consegue trazer o caos para a vida e ela não deixa faltar o lado do Thrash Metal em momento algum, realmente uma banda que consegue juntar o Death Thrash Metal.

Bloody Night é o nome da faixa que aparece trazendo uma perfeita junção entre Death e Thrash Metal, a banda consegue colocar mais ódio nessa faixa e o lado mais caótico aparece fazendo essa ser a música para quebrar tudo ao seu redor.




Postado por: Renan Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário